Política

Ensino de Espanhol pode voltar a ser obrigatório nas escolas da rede estadual

É o que prevê projeto em tramitação na Assembleia Legislativa de São Paulo, aprovado pela Comissão de Educação e Cultura

A Comissão de Educação e Cultura (CEC) da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo aprovou projeto de lei que torna obrigatório o ensino da Língua Espanhola nas escolas da rede estadual de ensino.

Caso a proposta, de autoria da deputada estadual Leci Brandão, seja agora aprovada em plenário e sancionada pelo governador Tarcísio de Freitas, as aulas de espanhol voltam à grade curricular do ensino público após 7 anos. O idioma foi ensinado em todas as escolas do Brasil entre 2005 e 2017, quando a Lei Federal da Reforma do Ensino Médio manteve apenas o ensino do inglês como parte fundamental do novo currículo.

O projeto estipula duas horas semanais de ensino de espanhol para os três anos do Ensino Médio da rede pública estadual.