Cotidiano

Comer em restaurantes por quilo está 40,84% mais caro

É o que aponta pesquisa do Procon envolvendo refeições self-service entre janeiro de 2020 a fevereiro de 2024. Já em um ano, variação foi de 7,64%

Comer em restaurantes de sistema self service, com pagamento por peso, ficou 40,84% mais caro, em São Paulo, nos últimos 4 anos. É o que aponta a pesquisa do Procon-SP. No mesmo período do levantamento, entre janeiro de 2020 e fevereiro de 2024, o INPC-IBGE acumulado foi de 29,38%.

A pesquisa também aponta que, de fevereiro do ano passado para fevereiro deste ano, a variação para este tipo de refeição foi de 7,64%. O preço médio constatado nos estabelecimentos que participaram do levantamento foi de R$ 80,32.

A iniciativa, realizada em parceria com Dieese, coletou os preços médios praticados para os tipos de refeições mais demandados pelos consumidores: self-service por quilo, self-service preço fixo, prato executivo de frango e prato do dia (ou prato feito).

No caso do prato feito, a variação foi semelhante: aumento de 7,98%; variação também maior que o INPC-IBGE, que foi de 4,66%. Em fevereiro de 2023, o valor deste tipo de refeição era de R$ 27,31 e passou para R$ 29,49 em fevereiro deste ano.