Mundo

Claudia Sheinbaum será 1ª presidente do México, após vitória nas urnas

Fonte: Lusa) 

A candidata do partido no poder (esquerda) no México Claudia Sheinbaum venceu as eleições presidenciais por ampla margem no domingo, de acordo com os primeiros resultados oficiais anunciados pelo Instituto Nacional Eleitoral (INE) mexicano.

A antiga presidente da Câmara da Cidade do México recebeu entre 58% e 60% dos votos, bem à frente da rival da oposição, a ex-senadora de centro-direita Xochitl Gálvez, que recebeu entre 26% e 28% dos votos nesta eleição, disse a presidente do INE, Guadalupe Taddei. 

O centrista Jorge Alvarez Máynez recebeu entre 9% e 10% dos votos. 

“Não vou desiludir-vos”, prometeu a Presidente eleita do México, nas primeiras declarações a um canal de televisão, depois de os primeiros resultados parciais terem sido anunciados pelo INE, que a colocavam bem à frente.

“Vou tornar-me a primeira mulher presidente do México”, disse aos apoiantes, anunciando que o partido, o Movimento para a Regeneração Nacional (Morena), tinha obtido uma “maioria qualificada” no Congresso.

Tanto Gálvez como Máynez já reconheceram a vitória de Sheinbaum, que agradeceu publicamente aos rivais eleitorais.

“Quero agradecer a Xóchitl Gálvez Ruiz, candidata do Força e Coração pelo México, pela ligação que recebi há poucos minutos reconhecendo a vitória”, disse a Presidente eleita do México.

Sheinbaum também agradeceu as personalidades e chefes de Estado que reconheceram a vitória, incluindo as felicitações do atual Presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador.

“Obrigado especialmente ao telefonema que recebi há pouco e ao vídeo que se tornou público, obrigado pelas felicitações do Presidente Andrés Manuel López Obrador, um homem excecional e único que transformou para melhor a história do nosso país”, completou.