Viver Melhor

Whey protein: afinal de contas, precisa treinar para tomar suplemento?

O whey protein é bastante conhecido por facilitar o ganho de massa muscular, mas o suplemento traz ainda outros benefícios para a saúde

O whey protein é um dos suplementos mais utilizados por quem busca hipertrofia muscular. É extraído do soro do leite, tornando-se uma fonte concentrada de proteínas de alto valor biológico, importante para atletas e praticantes de atividades físicas que buscam otimizar a recuperação epromover o ganho de massa muscular.

“Para entender melhor como funciona esse suplemento, basta ter em mente que ele é uma fonte de proteína. Portanto, qualquer pessoa que tenha carência desse nutriente na alimentação pode se beneficiar do produto, usando-o de maneira correta”, afirma a nutricionista Fernanda Larralde, especialista em Nutrição Esportiva e Saúde da Mulher.

No mercado atual existem 3 tipos principais de whey com processos de filtragem e dosagem proteica diferentes. São eles concentrado, isolado e hidrolisado.

O concentrado apresenta uma discreta redução na concentração de proteína e possui uma pequena quantidade de lactose e gorduras por porção. É a escolha ideal para quem busca uma opção mais econômica sem abrir mão da qualidade.

O isolado possui uma concentração de proteína superior a 90%, com baixos níveis de lactose e gordura por porção. É ideal para indivíduos que necessitam de um maior aporte proteico com menos carboidratos e pra quem tem intolerância leve à lactose. Já o hidrolisado, é processado para que as proteínas sejam quebradas em peptídeos menores, o que facilita e acelera a absorção. Recomendado para pessoas com digestão sensível ou intolerância moderada à lactose.

 Tomar whey protein emagrece?

Para Fernanda, cada corpo é um corpo e precisa ser tratado de maneira individual para não sobrecarregar o organismo.

“Excessos, de modo geral, seja por meio alimentação ou por meio de suplementação pode sobrecarregar um importante órgão do nosso corpo: o fígado. De maneira geral, os excessos são excretados pelo corpo, mas isso não descarta a possibilidade de problemas futuros que precisam ser acompanhados. Por isso, a prescrição individualizada é fundamental, bem como a realização de exames de sangue regulares.”

O whey pode trazer outros benefícios além dos voltados para o exercício físico. “O whey protein consumido em jejum pode ser um potente aliado. Estudos apontam que, o consumo de proteína pela manhã, reduz picos de insulina ao longo do dia, evitando aquela famosa vontade de comer várias vezes ao dia”, reitera Fernanda Larralde, que é consultora da rede Bio Mundo, de Nutrição Esportiva.

Essa proteína tem a capacidade de proporcionar maior saciedade, e com isso, o consumo de calorias pode diminuir. A junção desses fatores leva consequentemente ao emagrecimento. “Que fique claro que o whey protein não ajuda a emagrecer, mas o uso adequado desse suplemento pode inibir a sensação de fome fora de hora. Com uma boa alimentação diária, exercício físico, equilíbrio e constância esse resultado pode ser alcançado”, aponta.

Siga a editoria de Saúde no Instagram e fique por dentro de tudo sobre o assunto!

Portal Regiao Oeste

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário