Viver Melhor

Falando enquanto dorme? Saiba o que seu corpo está tentando lhe dizer

Há variadas causas que podem provocar esse comportamento durante seu sono; veja alguns deles

Bem-Estar »Catraca Livre

Alguém já lhe disse que você fala enquanto dorme? Você não está sozinho nessa. Até 65% dos adultos (e 50% das crianças) falarão durante o sono em algum momento de suas vidas, de acordo com a Academia Americana de Medicina do Sono (AASM). Esse é um distúrbio conhecido como sonilóquio.

A maioria dos falantes do sono não se lembra de nada sobre seus monólogos noturnos – que podem variar de balbucios a frases coerentes e até gritos, de acordo com a AASM.
 
Embora o sonilóquio seja considerado um tipo de parassonia – ou seja, um comportamento anormal que ocorre durante o sono – , geralmente é inofensivo. 

Se essa conversa durante o sono é ocasional  e acontece sem quaisquer outros problemas de sono, provavelmente não é motivo de preocupação.

Mas, em alguns casos, falar durante o sono pode ser um sinal de algo mais sério.

Por que algumas pessoas falam enquanto dormem?
Estresse

Qualquer pessoa que já se revirou na cama de preocupação pode atestar que o estresse sabota seu sono. Na verdade, o estresse pode causar maior fragmentação do sono, ou seja, despertares mais frequentes.
 
Quando o sono é interrompido, é mais provável que a pessoa fale durante o sono. E o ciclo só continua: a falta de sono leva a um aumento nos hormônios do estresse, como o cortisol, que perturba ainda mais os padrões de sono.

Transtorno de estresse pós-traumático

Em alguns casos, falar durante o sono pode ser um sintoma de transtorno de estresse pós-traumático ou TEPT.

O TEPT é um transtorno de saúde mental que pode se desenvolver se a pessoa passou por uma experiência ou evento traumático. Um dos sintomas mais comuns são os pesadelos. Durante esses pesadelos, podem ocorrer breves despertares e conversas.
 
Outras características do TEPT influem:

  • Flashbacks ou sensação de que o evento está acontecendo novamente
  • Sentir-se sozinho ou separado dos outros
  • Perder o interesse pelas atividades
  • Ter explosões de raiva ou outras reações extremas
  • Sentir-se preocupado, culpado ou triste
  • Pensamentos assustadores
  • Problemas para se concentrar
  • Dores físicas, como dores de cabeça ou de estômago
  • Evitar memórias, pensamentos ou sentimentos intimamente associados a eventos traumáticos
  • Problemas de memória
  • Crenças negativas sobre você ou outras pessoas
  • Irritabilidade
  • Hipervigilância 

Consumo de bebida alcoólica perto da hora de dormir

Embora o álcool possa ajudá-lo a adormecer mais rápido, ele causa interrupções no sono mais tarde durante a noite.

Um estudo de agosto de 2019 publicado na revista ‌Sleep ‌descobriu que beber álcool quatro horas antes de dormir levava a um sono fragmentado. Esses despertares frequentes podem desencadear conversas durante o sono.

Apneia do sono

Às vezes, o sonilóquio pode ser um sinal de um problema de sono mais sério, como apneia do sono.

A condição faz a pessoa parar de respirar por breves períodos durante o sono, devido a um bloqueio das vias aéreas. Como já falando anteriormente, qualquer interrupção do seu sono “normal” (incluindo apneia do sono) pode causar fala durante o sono. E quanto mais grave for a apneia do sono, maior será a probabilidade de você acordar durante a noite, aumentando as chances de falar durante o sono, de acordo com a Cleveland Clinic.

Outro distúrbio relacionado ao sono 

Muitos outros distúrbios perturbadores relacionados ao sono (ou seja, parassonias) podem causar fala durante o sono.

Dependendo do tipo de distúrbio, você pode até parecer que está acordado enquanto fala (como no sonambulismo), mover-se de maneira anormal, expressar emoções ou fazer coisas incomuns.

Algumas parassonias que podem envolver falar durante o sono incluem o seguinte, de acordo com a Cleveland Clinic:

  • Terrores noturnos ‌ – Quando você acorda repentinamente em um estado de medo ou terror, que pode durar de 30 segundos a alguns minutos.
  • Despertares confusionais – ‌ Episódios em que você parece estar meio acordado, mas está confuso e desorientado em relação ao tempo e ao espaço, que podem durar de alguns minutos a várias horas.
  • Transtorno comportamental do sono REM ‌ – Um distúrbio em que você age, vocaliza (por exemplo, fala, xinga, ri, grita) ou faz movimentos agressivos (por exemplo, socos, chutes, agarramentos) em reação a um sonho violento.
  • ‌ Transtorno de pesadelo – Quando você tem sonhos vívidos que podem induzir medo, ansiedade ou terror.

Portal Regiao Oeste

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário