• Hoje é: terça-feira, novembro 24, 2020

São Paulo tem candidaturas oficializadas à prefeitura

urnas
portalregiaooeste
julho25/ 2016

Quatro partidos oficializaram neste domingo (24) os nomes dos seus candidatos nas eleições para a Prefeitura de São Paulo. Compõem a lista o atual prefeito Fernando Haddad (PT), o deputado Celso Russomanno (PRB), o empresário João Doria (PSDB) e a deputada Luiza Erundina (PSOL).

Fernando Haddad – PT
O atual prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, concorrerá à reeleição, pelo PT. O ex-deputado federal e ex-secretário municipal da Educação Gabriel Chalita, do PDT, completa a chapa como candidato a vice-prefeito. A candidatura foi confirmada neste domingo (24), em convenção municipal do partido, no Sindicato dos Bancários. Na eleição de outubro, o PT terá apoio do PDT, PR, PCdoB e Pros.

“Precisamos de mais quatro anos para consolidar tudo o que começamos na cidade de São Paulo. E não foi pouco o que começamos”, afirmou Haddad. Ele citou como conquistas de seu governo as faixas exclusivas de ônibus, as ciclofaixas, a queda no número de atropelamentos e também de mortes de ciclistas, o fim da aprovação automática nas escolas e o fim da inspeção veicular pela Controlar.

De acordo com o candidato, o que está em jogo nessa eleição é muito mais do que um partido, é muito mais que um candidato. “O que está acontecendo no país é um retrocesso, do ponto de vista civil, do ponto de vista político, do ponto de vista trabalhista e do ponto de vista social. Se não tivermos consciência disso, não vamos para a rua com a energia necessária para ganhar a eleição. Mas, se tivermos consciência histórica do que nos cabe neste momento, vamos oferecer à sociedade de São Paulo o que ela nunca vislumbrou que é um projeto de cidade consolidada”, acrescentou o prefeito.

Participaram da convenção o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva; o ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT); o presidente nacional do PT, Rui Falcão; o ex-senador Eduardo Suplicy, o presidente estadual do PT, Emídio de Souza; a vice-prefeita Nádia Campeão; além de dirigentes do PCdoB, PR, PDT e Pros.

Luiza Erundina – PSOL
A ex-prefeita e deputada federal Luiza Erundina teve sua candidatura à prefeitura de São Paulo confirmada neste domingo (24) pelo PSOL, em chapa que tem como candidato a vice-prefeito o também deputado federal Ivan Valente, do mesmo partido. A convenção que homologou a chapa do PSOL foi realizada no Sindicato dos Trabalhadores de Água, Esgoto e Meio Ambiente do Estado de São Paulo (Sintaema), região central da cidade. Na eleição municipal de outubro, o PSOL terá aliança com o PCB.

“Queremos fazer de São Paulo uma cidade das pessoas, invertendo prioridades e dando poder de decisão ao povo. Contra o vale-tudo da política tradicional, acreditamos que, sim, os sonhos podem governar”, disse Erundina.

Segundo Ivan Valente, nesse processo, é preciso que todos saiam às ruas e que usem as redes sociais. “É um trabalho que será necessário muito apoio, muita coletividade”, disse o deputado, ressaltando a necessidade de buscar apoio na juventude paulistana, especialmente a periférica, porque os jovens não presenciaram o governo de Erundina, que, segundo ele, foi a melhor prefeita que São Paulo já teve.

“Nós somos um governo que mora na periferia, [um governo] dos pobres, dos excluídos, dos negros, daqueles que lutam contra o racismo, contra a homofobia, contra a opressão das mulheres”, acrescentou. Estiveram presentes à convenção, em apoio à chapa Luiza Erundina-Ivan Valente, o deputado estadual Carlos Gianazzi, o vereador Toninho Vespoli, a professora Lisete Arelaro, além de representantes do PCB e das entidades Raiz Cidadanista, Partida e Brigadas Populares.

João Dória – PSDB
O empresário João Doria vai concorrer à prefeitura de São Paulo pelo PSDB. O deputado federal Bruno Covas, do mesmo partido, completa a chapa como candidato a vice-prefeito. A convenção do PSDB, que confirmou a candidatura de Doria e Covas, foi realizada neste domingo (24), na sede da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), no bairro da Bela Vista. Na eleição de outubro, o PSDB terá apoio do PSL, PSB, PMB, PHS, PV, PPS, PP, DEM, PTdoB, PRP e PTC.

“Expectativa [para a campanha é] muito boa, expectativa de crescimento, como já vem crescendo a nossa candidatura. É a maior aliança partidária já construída para a prefeitura de São Paulo, o maior tempo de televisão, o maior agrupamento de pessoas, a maior quantidade de vereadores – é uma candidatura que tem tudo para vencer”, disse Doria.

De acordo com o candidato do PSDB, as bandeiras de campanha são descentralização, participação e eficiência de gestão, transparência, geração de emprego e oportunidade. João Doria disse que o partido está unido em torno da sua candidatura. “Todos estarão juntos nessa trajetória e nessa campanha”, afirmou.

Participaram da convenção municipal do PSDB os governadores de São Paulo, Geraldo Alckmin, e de Goiás, Marconi Perillo; os ministros Alexandre de Moraes, da Justiça e Cidadania, e Bruno Araújo, das Cidades; e o senador Aloysio Nunes Ferreira, além de representantes dos partidos que fizeram aliança com o PSDB. Também estavam presentes a mulher e o filho mais velho de Doria.

Celso Russomano – PRB
O deputado federal Celso Russomanno concorrerá à eleição da prefeitura de São Paulo, pelo PRB. O candidato a vice-prefeito na chapa de Russomano ainda não foi anunciado. A convenção que homologou a candidatura ocorreu domigo (24) no Salão de Eventos Golden House, no bairro Jardim América da Penha, na zona leste da cidade. Na eleição de outubro, o PRB terá apoio do PSC, PTN e PEN.

“Meus amigos, fico muito feliz em dizer que acabo de ser escolhido, oficialmente, como candidato do PRB para a prefeitura da cidade de São Paulo. O PSC, PTN e PEN também já vieram conosco. Agradeço o apoio e carinho de todos os paulistanos e brasileiros que acreditam em meu trabalho”, disse Russomanno, por meio de sua rede social. Celso Russomanno concorreu à prefeitura de São Paulo em 2012, chegou a ficar em primeiro lugar nas pesquisas de intenção de voto, mas não passou ao segundo turno.

Via Portal EBC

big banner