• Hoje é: segunda-feira, setembro 28, 2020

Protestos se intensificam e Temer convoca o Exército

24 05 2017 Brasilia DF Brasil  Marcha de trabalhadores das Centrais e movimentos sociais nas esplanadas dos Ministerios om foram impedidos de chegar ao Congresso  Nacional foto UGT
portalregiaooeste
maio25/ 2017

A quarta-feira foi de protestos, em Brasília, contar o presidente Michel Temer e suas propostas de reformas Trabalhista e da Previdência. Engrossaram os atos pedidos pela renúncia e convocação de eleições diretas. Em meio a manifestações que incluíram invasões e também pessoas ateando fogo em ministérios, Temer decretou a “ação de garantia da lei e da ordem” e, com isso, tropas federais passarão a reforçar a segurança na região da Esplanada dos Ministérios.

A determinação, publicada em uma edição extra do “Diário Oficial da União”, prevê o uso das Forças Armadas e vale até 31 de maio. Houve confusão ainda no Congresso Nacional. Logo após o anúncio, deputados da oposição passaram a criticar no plenário da Câmara a convocação das Forças Armadas. Houve confusão e um empurra-empurra generalizado. A sessão chegou a ser suspensa. Ainda nesta quarta-feira, a Secretaria de Comunicação Social da Presidência divulgou uma informando que o decreto do presidente Michel Temer que autoriza a presença das Forças Armadas nas ruas do Distrito Federal será revogado após a “ordem” ser restabelecida.

big banner