• Hoje é: terça-feira, maio 11, 2021

Osram é condenada a pagar R$ 20 milhões a trabalhadores

portalregiaooeste
março22/ 2016

Em acordo firmado com o Ministério Público do Trabalho (MPT) em São Paulo, a multinacional fabricante de lâmpadas elétricas Osram do Brasil, que tem fábrica em Osasco, deverá pagar R$ 20 milhões em indenizações a empregados e ex-empregados da unidade que foram diagnosticados com mercurialismo, doença causada pela exposição ao mercúrio metálico.

A empresa também deverá cessar por completamente a fabricação de lâmpadas com o mercúrio metálico no Brasil, até o mês que vem, sob pena de multa diária de R$ 10 mil. Além das indenizações, os trabalhadores que forem diagnosticados com a doença receberão planos de saúde vitalícios.

O acordo pôs fim a uma ação civil pública movida contra a empresa pelo MPT em 2012. A Associação dos Expostos e Intoxicados por Mercúrio Metálico apresentou uma lista com 236 trabalhadores e ex-trabalhadores interessados em receber o plano vitalício e parte da indenização de R$ 20 milhões. Outros podem manifestar intenção de aderir ao acordo. Ainda segundo o MPT, a ação foi movida com base em conclusões de duas especialistas em saúde do Trabalho, Cecília Zavariz e Marcília de Araújo Medrado.

big banner