• Hoje é: sexta-feira, outubro 15, 2021

Multas de trânsito poderão ser parceladas com cartão de crédito

Multas de trânsito ficarão mais caras
portalregiaooeste
outubro19/ 2017

O governo federal autorizou os órgãos de trânsito, de todo o País, a receber o pagamento de multas com cartão de crédito. O motorista autuado também poderá parcelar o valor. O número de parcelas e a cobrança de juros vai depender de cada operadora. Outra opção será fazer o pagamento com cartão de débito, mas à vista. Anteriormente, somente as multas aplicadas em veículos registrados no exterior poderiam ser arrecadadas com cartões de débito ou crédito.

A iniciativa do Ministério das Cidades foi regulamentada pela Resolução nº 697, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) publicada na quarta-feira, 18, no Diário Oficial da União, que altera a Resolução CONTRAN nº 619, de 2016, que proibia o parcelamento das multas de trânsito.

Segundo o diretor do Departamento Nacional de Trânsito e presidente do Contran, Elmer Vicenzi, a ideia é reduzir a inadimplência relativa ao pagamento das multas de trânsito e demais débitos relativos ao veículo junto aos diversos órgãos e entidades integrantes do Sistema Nacional de Trânsito.

“Antes dessa norma, alguns órgãos de trânsito adotaram o parcelamento das multas de trânsito diretamente por meio de documentos de arrecadação. Muitos proprietários de veículos buscavam o parcelamento como forma inicial de regulamentar a situação do veículo e obter o documento de licenciamento ou possibilidade de transferência, sem arcar com o compromisso de quitar as demais parcelas”, explica.

Antes da medida entrar em vigor, caberá a cada órgão de trânsito implementar a medida. Em São Paulo, a regulamentação deverá ser feita pelo Detran-SP.

big banner