• Hoje é: quarta-feira, maio 22, 2019

Vereadora repudia venda de medicamentos nos supermercados e EAD para formação de médicos

Vereadora Cida
portalregiaooeste
dezembro21/ 2018

A Câmara de Carapicuíba aprovou a moção de repúdio de autoria da vereadora Cida Carlos (PT) aos projetos de lei que liberam o ensino a distância (EAD) na área da Saúde e a venda de medicamentos nos supermercados.

No caso da comercialização de medicamentos isentos de prescrição médica nos supermercados, proposto pelo deputado Ronaldo Martins (PRB/CE), a vereadora explica que a livre comercialização de medicamentos pode causar um agravamento de doenças internas causadas pela utilização irracional dos produtos. “A venda de medicamentos em mercado promoverá a falsa impressão de que se trata de um produto isento de riscos a saúde da população, ao contrário, o aumento do consumo inconsciente e a automedicação poderá causar reações adversas, além do agravamento da doença”, argumentou.

Já em relação ao projeto de lei que libera o ensino a distância na área da saúde, a petista acredita que vai ocorrer um grave problema no ensino, já que a proposta não visa a formação de profissionais preparados para as situações reais. “Há uma grande diferença entre o ensino presencial e à distancia. No ensino presencial, os futuros médicos irão convier com casos reais, com orientação do professor aprenderão a tomar a decisão correta. Já EAD induz o médico ao erro, pois ele aprenderá por si só, não tem o contato com paciente e com os equipamentos de saúde”, conclui Cida.

big banner