• Hoje é: sexta-feira, dezembro 14, 2018

Veículos deverão ter novas placas com padrão Mercosul

Foto: Rodrigo Nunes/Ministério das Cidades
portalregiaooeste
março08/ 2018

Brasileiros terão até 31 de dezembro de 2023 para trocar as placas de seus veículos para o padrão Mercosul. Publicado pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), do Ministério das Cidades, em 8 de março, a Resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que regulamenta o uso das placas que terão selos federais e chips de identificação, fabricados pela Casa da Moeda do Brasil. Os custos correrão por conta dos donos dos veículos, atualmente o valor de um emplacamento em São Paulo, feito por meio de despachante pode variar de R$ 500 até R$ 1 mil.

Com a regulamentação, as placas terão elementos que permitem maior segurança e identificação automática dos veículos, como QR Code e número de ID único, alterações no processo de fabricação das placas para coibir fraudes, além de cumprir o acordo internacional estabelecido na Resolução MERCOSUL/GMC Nº 33/2014.

Apenas o Denatran poderá credenciar as empresas fabricantes de placas, diferentemente do modelo atual, de responsabilidade de cada órgão de fiscalização estadual (Detran). Com isso, o custo da chapa será padronizado nacionalmente. Estudos técnicos indicam que o valor do custo de fabricação da placa será menor do que os praticados atualmente no mercado.

A Resolução entrará em vigor após 180 dias da publicação, sendo obrigatório para os veículos novos que receberão o emplacamento, e para os que optarem por mudar o domicílio. A troca da chapa para veículos já emplacados será opcional até 2023. Após essa data, todos os veículos brasileiros deverão conter a nova placa. Reboques, semirreboques, triciclos, motonetas, ciclos elétricos, quadriciclos, ciclomotores e tratores serão identificados apenas pela placa traseira.

Foto: Rodrigo Nunes/Ministério das Cidades

big banner