• Hoje é: terça-feira, abril 24, 2018

Tribunal de Contas fiscaliza hospitais e AMEs de Carapicuíba e Itapevi

O governador JosŽ Serra entrega AME (Ambulatório Médico de Especialidades) em  Itapevi.
Data: 16/03/2010
Local: São Paulo/SP
Foto: Ciete Silvério/Governo do Estado de SP
portalregiaooeste
março28/ 2018

As ações acontecem simultaneamente em 66 unidades de saúde de 50 municípios do Estado São Paulo

O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP) realizou na terça-feira, 27, fiscalização ordenada na área da saúde, envolvendo hospitais e ambulatórios estaduais. Na região, foram visitados os AMEs e os Hospitais Gerais de Itapevi e Carapicuíba. A ação consiste em uma averiguação na qual os Agentes da Fiscalização do TCE vão a campo para inspecionar os entes jurisdicionados à Corte de Contas paulista.

No total, foram 66 entidades fiscalizadas em 50 municípios, distribuídos nas 20 regiões administrativas jurisdicionadas, exceto na UR-6 de Ribeirão Preto, e na Capital. O objetivo da Corte é verificar as condições dos serviços oferecidos à população nos Hospitais e Ambulatórios Médicos de Especialidades (AMEs) estaduais, administrados por Organizações Sociais (OS’s).

As fiscalizações que foram iniciadas às 8 horas, envolveram 76 agentes da fiscalização do TCE no interior e na região metropolitana. Informações, preliminares dão conta de que a ação detectou algumas impropriedades e irregularidades nos locais visitados a exemplo de superlotação no atendimento e controle deficiente dos médicos terceirizados.

Munidos de tablets, os agentes do TCE, avaliam a qualidade do atendimento e grau de satisfação dos usuários, o controle de presença de médicos, enfermeiros e demais profissionais da saúde, as condições de armazenamento de medicamentos, as condições físicas do local, como acessibilidade, limpeza, conforto e sinalização, e equipamentos, além de como está sendo feito o descarte dos resíduos hospitalares.

Todas as informações são transmitidas em tempo real para os Departamentos de Fiscalização e ao setor de Informática do Tribunal de Contas. Das ações será elaborado um relatório gerencial parcial, para divulgação de informações de interesse público, e outro relatório consolidado, com dados segmentados e regionalizados que será encaminhado aos Conselheiros relatores de processos ligados às entidades fiscalizadas.

big banner