• Hoje é: quinta-feira, junho 20, 2019

Rogério Lins não atende servidores e greve é decretada a partir de 3/6

Greve prefeitura 28-5-019
Paulo Marcelino
maio28/ 2019

Mais de mil servidores participaram de manifestação hoje cedo na frente da Prefeitura de Osasco. Os funcionários rejeitaram a proposta de Rogério Lins, de reajuste de 5,3% e vale-alimentação de R$ 400

Os servidores da Prefeitura de Osasco decidiram em assembleia em frente ao Paço Municipal, no início da tarde desta terça-feira, 28, entrar em greve a partir de segunda-feira, 3/6, às 7h da manhã. Em ato realizado hoje em frente ao Paço Municipal, os servidores rejeitaram a proposta apresentada pela administração municipal de reajuste de 5,3% e vale-alimentação de R$ 400. Uma comissão de trabalhadores e representantes do Sintrasp – Sindicato dos Servidores de Osasco e Região – foi recebida pelo prefeito Rogério Lins mas não houve acordo, mesmo após reunião de mais de três horas.
“Peço que convençam os colegas que não estão aqui, para que tenhamos uma adesão da categoria, um movimento unificado e grande. Vamos ter uma semana para convocar nossos colegas de trabalho a vir pra luta. A hora é agora. Todos devemos estar unidos nessa batalha. Nos últimos anos as perdas salariais têm sido cruéis para o funcionalismo”, afirmou Toninho do Caps, presidente do Sintrasp. O sindicato informará em 72 horas a Justiça do Trabalho sobre a decisão de greve.
Os servidores reivindicam 10% de reajuste e R$ 550 de vale-alimentação, entre outras pautas. O prefeito Rogério Lins, em suas redes sociais, afirmou que os servidores conquistaram o maior reajuste da região e um dos maiores reajustes salariais de todo o brasil, acima da inflação, mesmo em tempos de crise.
O vídeo virou motivo de piada e deboche em grupos de whatsapp e até mesmo entre o funcionalismo municipal que está descontente com a gestão do prefeito.

big banner