• Hoje é: segunda-feira, novembro 20, 2017

Propina da JBS ia para Temer, afirma Funaro

Cunha e Temer
portalregiaooeste
outubro14/ 2017

O operador Lúcio Bolonha Funaro afirmou nesta sexta-feira, depois de fazer acordo de delação premiada, que parte da propina que recebia de Joesley Batista, um dos donos do grupo J&F, era repassada ao presidente da República, Michel Temer, além de políticos vinculados ao ex-deputado Eduardo Cunha.

Temer foi citado por Funaro ao falar sobre desvios do Fundo de Investimentos do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) destinados a projetos de interesse da Eldorado Celulose, uma das empresas do grupo J&F. As delações de Funaro e Joesley Batista são a base da denúncia em que a Procuradoria-Geral da República (PGR) acusa Temer de integrar organização criminosa e de obstrução de justiça.

O vídeo com o depoimento de Funaro foi divulgado pelo jornal “Folha de S. Paulo” na tarde desta sexta-feira. Em outro trecho do depoimento, Funaro explica que Cunha atuava como “um banco da corrupção”. Ele recebia dinheiro de empresários e repassava a deputados. A partir daí, controlava o mandato destes deputados corrompidos.

big banner