• Hoje é: terça-feira, julho 17, 2018

Prefeito Rogério Lins troca 5 secretários

Foto: Sergio Gobatti - SECOM/PMO
portalregiaooeste
abril04/ 2018

Em uma solenidade informal, o prefeito de Osasco, Rogério Lins (PODEMOS), anunciou na manhã de quarta-feira, 4, na Sala Osasco, mudanças no primeiro escalão de seu governo. Pelo menos três dos 5 secretários deixam a administração para concorrer a uma cadeira na Assembleia Legislativa. Durante o evento que não teve cerimonial e foi marcado pela quebra de protocolo e algumas ausências, uma situação causou estranheza, desconforto e uma tremenda saia justa, nenhum secretário que estava de saída pôde fazer uso da palavra para se despedir.

O prefeito Rogério Lins assumiu o microfone e se encarregou de fazer os anúncios. A secretária de Educação, Ana Paula Rossi (PR), que retorna à Câmara Municipal já na sessão de quinta-feira, 5, foi substituída por José Toste Borges, funcionário de carreira que já integrava sua equipe na secretaria. Na pasta de Relações Institucionais, sai Gelso de Lima e entra Sérgio di Nizzo, que até então respondia pela Secretaria de Administração. Já no Esportes, Delbio Teruel dá lugar a Carmônio Bastos, presidente da Liga de Futebol Amador de Osasco. Ausência notada foi Élio Salvini que deixa o Meio Ambiente para Marcelo Silva. Já a nova secretária da Administração é Soleny Oliveira Pereira, funcionária pública concursada há mais de 30 anos. Ana Paula, Delbio e Gelso deixam seus cargos para disputarem as eleições em outubro.

A coordenadora da Mulher, Igualdade Racial, Diversidade Sexual e Pessoa com Deficiência, Regiane Souza Neves que usou sua página do Facebook para anunciar sua exoneração do cargo e desfiliação do Partido do prefeito, nem foi citada no evento. Embora não seja conhecida no município, ela já se dizia pré-candidata à deputada estadual para uma dobrada feminina com a deputada federal Renata Abreu, presidente nacional do Podemos.

E, embora o evento tenha sido bastante concorrido, com a presença de servidores em horário de expediente, vereadores e secretários, duas ausências foram muito sentidas, do agora, ex-secretário Élio e do vereador Ralfi Silva (PODEMOS). O vereador inclusive vinha se mostrando chateado com o surgimento de vários outros pré-candidatos para a Assembleia que deverão contar com o apoio de Lins, já que ele tinha a esperança de ser o nome único e exclusivo do Partido para as eleições 2018.

big banner