• Hoje é: domingo, junho 24, 2018

Por péssimo desempenho, vereadores se unem para pedir a troca do secretário da saúde de Osasco

Lins e Vido
portalregiaooeste
maio30/ 2018

Um fato bastante inusitado aconteceu na sessão da Câmara de Osasco da última terça-feira, 29, quando o vereador Didi praticamente “pediu a cabeça” do secretário de Saúde, José Carlos Vido, pelo péssimo desempenho à frente da pasta. Curiosamente os dois são do mesmo partido: o PSDB. O parlamentar tucano também criticou a Organização Social (OS) responsável pelo Hospital Antônio Giglio e pela UPAs do Centro, Vila Menck e Jardim Conceição. “Quero saber o que tem por traz disso, estou me preparando para pegar firme nesse assunto”.

Para o vereador, Lins tem que começar a enxergar os maus secretários “para não se tornar o pior prefeito da história de Osasco”. “Nós não temos tratamento de glaucoma na cidade, na verdade, não temos tratamentos de nada, e isso é uma vergonha para o prefeito Rogério Lins. Além disso, os secretários não atendem os vereadores e se o líder do prefeito nessa casa (vereador Ribamar Silva – PRP) não tomar providências sobre isso, nós teremos que tomar, e são providencias urgentes”.

As críticas ganharam força com o discurso de Pelé da Cândida (PSC), que afirmou que os vereadores estão quase apanhando da população quando vão a alguma unidade de saúde. “É uma vergonha, está faltando quase tudo nas UBSs e nos hospitais, tenho vivenciado isso e chego a pagar muitas coisas do meu próprio bolso”.

Pelé ainda disse que a situação é delicada e que os “vereadores têm que apertar o secretário” principalmente Elissandro Lindoso, Didi e De Paula que são do partido de Vido. “A secretaria de Saúde foi negociada pelo PSDB. Se esse secretário fosse do PSC já teria sido trocado”.

big banner