• Hoje é: segunda-feira, novembro 20, 2017

Pesquisa revela: 68% dos osasquenses não confiam em Rogerio Lins

Rogerio Posse 04
portalregiaooeste
novembro09/ 2017

PESQUISA EM OSASCO

Nos dias 28 e 29 de outubro passado o Instituto Scenso realizou pesquisa em Osasco para avaliar a administração da cidade, a imagem do Prefeito Rogério Lins e as perspectivas para 2018.

O Portal da Região Oeste publicará a pesquisa em três etapas: avaliação da administração, imagem do Prefeito Rogério Lins e eleições 2018. Para cada publicação haverá uma breve análise dos números dispostos.

A pesquisa foi dividida em 6 (seis) regiões e levou em conta a divisão etária, sexo, escolaridade e renda. Foram aplicados 600 questionários e tem uma margem de erro de 4%.

 

Primeira Etapa

A pesquisa descobriu que 68% dos moradores da cidade não confiam no Prefeito Rogério Lins. Por outro lado 23%, confiam e 10 % não souberam responder ou não opinaram. Vale anotar que de julho/2017 para outubro/2017 aumentou em 10% os que não confiam e diminui 4% os que confiam. Veja o quadro:

 

Pesquisa Scenso_Osasco_out2017.xls

 

 

56% desaprovam a maneira como Rogério Lins está governando
Esse dado se conecta com a outra pergunta dirigida aos moradores que dizia o seguinte: “O Sr. (a) aprova ou desaprova a maneira como o Prefeito Rogério Lins, está governando a cidade de Osasco? 56% desaprovam e 29% aprovam sendo que 16% não opinaram ou não sabem.

 

Pesquisa Scenso_Osasco_out2017.xls

 

 

40% acham que o Prefeito Rogério Lins está fazendo um governo ruim/péssimo
Completa essa fase a pergunta sobre se o Prefeito Rogério Lins “está fazendo um governo ótimo, bom, regular, ruim ou péssimo?” A resposta: 40% acham que o Prefeito Rogerio Lins está fazendo um governo ruim/péssimo, 15% ótimo/bom e 37% regular.

 

Pesquisa Scenso_Osasco_out2017.xls

 

76% acham que NÃO houve renovação

Conclui-se nessa primeira etapa que o governo vai mal e que o Prefeito Rogério Lins precisa urgentemente tomar medidas administrativas e de gestão e fazer mudanças no governo para despertar novas esperanças em seu governo. Constata-se facilmente essa afirmativa, pois em outra pergunta (“O Sr. (a) acha que houve renovação?) a resposta é mortal: 76% acham que NÃO houve renovação e somente 9% acham que houve renovação.

 

Pesquisa Scenso_Osasco_out2017.xls

 

Descobre-se com essas respostas que apesar de ter somente 10 meses o governo de Rogério Lins é um governo envelhecido e cambaleante.
Apesar de todos esses dados negativos para o governo de Rogério Lins o pior ainda está por vir. Quando perguntado o principal problema da cidade e o principal problema dos bairros o povo manda um recado claríssimo para o Prefeito.

 

78% avaliam como ruim/péssimo o serviço prestado pela Prefeitura na área da saúde.
51,2% apontam diretamente como principal problema da cidade a Saúde e 78% avaliam como ruim/péssimo o serviço prestado pela Prefeitura na área.
Vejam os dois quadros que apontam os problemas da cidade:

 

Pesquisa Scenso_Osasco_out2017.xls

 

90% da população de Osasco NÃO lembra de nenhuma obra ou serviço que o Prefeito Rogério Lins vem realizando no município.
Agrava a situação do Prefeito e de sua administração quando quase 90% da população de Osasco NÃO lembra de nenhuma obra ou serviço que o Prefeito Rogério Lins vem realizando no município.

 

Pesquisa Scenso_Osasco_out2017.xls

 

Diante do exposto e de posse dos números apresentados infere-se que o governo do Prefeito Rogério Lins caminha para encerrar seu primeiro ano de forma absolutamente rejeitado e com muitos problemas. Além disto, seus predicados positivos que apresentaremos nos próximos dias, começam também a esboroar.

Agrava a situação ao aproximar do mês de dezembro. Nesse mês Rogério Lins completará um ano de sua prisão. Muita gente lembrará a data e a oposição, que começa a adquirir corpo na cidade, certamente fará algo para relembrar o feito, ou seja: a prisão do prefeito que diz que iria renovar a cidade de Osasco.

A atual pesquisa ainda não captou o significado do domínio da administração por parte do ex-Prefeito Francisco Rossi, que manda em 2 secretarias e que administrara quase 700 milhões no próximo ano (próximo a 30% do orçamento da cidade) e do PSDB que domina 5 secretarias da Prefeitura.

big banner