• Hoje é: terça-feira, abril 7, 2020

Pesquisa:Lapas tem o governo reprovado e grande rejeição

  • 6073
  • 6073
  • 6073
  • 6073
  • 6073
  • 6073
  • 6073
  • 6073
  • 6073
  • 6073
  • 6073
  • 6073
portalregiaooeste
julho15/ 2016

Com esses dados apresentados e caso o atual Prefeito Lapas, do PDT, seja de fato candidato a reeleição, ele teria muita dificuldade em vencer a disputa. O levantamento foi feito entre os dias 27 e 28 de junho, pelo Região Oeste Pesquisas, e ouviu 600 pessoas, em todos os bairros de Osasco. Quando questionados de forma estimulada sobre a avaliação da atual administração, com quase quatro anos de gestão, a rejeição ao governo de Lapas bate o teto de 38% de ruim ou péssimo e soma apenas 17% de bom e ótimo.

Além disso, quando perguntado se o cidadão aprova ou desaprova a forma com que o Prefeito Lapas administra a cidade 57% dizem reprovar. De acordo com a pesquisa, os principais motivos para a rejeição são os seguintes: 24,2% avaliam que ele não fez nada pela cidade; 14,2% citam a má administração e 7,5% afirma que Lapas “não está fazendo nada”.

Os serviços prestados pela prefeitura administrada pelo engenheiro Lapas também são rejeitados. A saúde é ruim ou péssima para 74% das pessoas. Quanto à educação, 46% acham ruim ou péssima. O asfalto da cidade é ruim ou péssimo para 55% dos eleitores e a segurança é rejeitada por 62% dos cidadãos.

Cenário Eleitoral
Na pesquisa estimulada sobre as intenções de voto para as eleições de outubro, o ex-prefeito Celso Giglio, do PSDB, desponta como favorito, com 29%. Rogério Lins, do PTN, e Jorge Lapas, do PDT, estão empatados com 12%. O deputado federal Valmir Prascidelli, do PT, tem 3%, empatado com o pré-candidato do PPS, o ex-vereador Cláudio Piteri. Willians Rafael tem 2%, brancos e nulos somam 24% e 15% não souberam responder.

A rejeição do prefeito Lapas é de longe a maior entre todos os candidatos. Quando questionados em qual candidato não votaria de jeito nenhum, Jorge Lapas, do PDT, dispara com 20%, seguido de Celso Giglio com 7%.

Já quando questionados por qual motivo não votaria em Jorge Lapas, 24,2% acredita que o pedetista não fez nada pela cidade; 14,2% citam a má administração. Os eleitores também falam que Lapas não cumpre o que promete e deixou a cidade abandonada.

Em um segundo cenário, quando retirado o nome do ex-prefeito Celso Giglio, do PSDB, Lapas e Rogério Lins, aparecem empatados com 15%, seguidos por Claudio Piteri e Izabella Giglio, com 5% cada, Valmir Prascidelli do PT tem 3% e Willians Rafael 3%. Brancos e nulos 32% e 23% não souberam responder.

A pesquisa foi registrada em 9 de julho, junto à Justiça Eleitoral nº. SP-06831/2016

big banner