• Hoje é: domingo, junho 24, 2018

Novo presidente da Petrobras foi condenado por lesar investidores

petrobras1
portalregiaooeste
junho04/ 2018

Depois do pedido de exoneração de Pedro Parente, protagonista da crise decorrente do aumento do combustível e, pressionado pelas greves dos caminhoneiros e dos petroleiros, a solução caseira adotada por Michel Temer de convidar o diretor financeiro da Petrobras, Ivan Monteiro, para ocupar a presidência da estatal, começa a trazer à tona o passado do atual chefão da companhia. Além disso, nem mesmo as greves e paralisações, intimidaram Monteiro que, no mesmo dia que assumiu a presidência, aumentou em 2,25% o preço da gasolina em suas refinarias.

De acordo com o jornal digital Brasil 247, o atual presidente Ivan Monteiro já foi condenado pela CVM (Comissão de Valores Imobiliários) por lesar investidores. Em setembro passado, ele teria aceito pagar R$ 200 mil à Comissão para encerrar, um processo sancionador aberto pelo órgão contra ele. O valor foi sugerido pelo próprio Monteiro e aceito pela CVM.

De acordo com a reportagem, em maio de 2016, Monteiro era diretor de relação com investidores quando a petroleira negociava a venda da NTS para um consórcio liderado pela canadense Brookfield, parte do programa de privatizações da Petrobras. No dia 12 daquele mês, a canadense oferecera US$ 5,2 bilhões pelo negócio. No mesmo dia, a Petrobras divulgou um fato relevante confirmando a negociação sem mencionar valores.

big banner