• Hoje é: sexta-feira, setembro 22, 2017

“Não vou renunciar jamais”, reafirma presidente Dilma

Brasília - Presidenta Dilma Rousseff durante encontro com juristas contrários ao impeachment, no Palácio do Planalto (José Cruz/Agência Brasil)
portalregiaooeste
março23/ 2016

Voltando a classificar como “golpe” o processo de impeachment do qual é alvo, a presidente Dilma Rousseff reafirmou, nesta terça-feira (22), que não irá renunciar “jamais”. A declaração foi dada durante ato organizado no Palácio do Planalto para que dezenas de profissionais do meio jurídico manifestassem apoio ao governo e se posicionassem contra a tentativa de afastá-la da Presidência.

Advogados, promotores, magistrados, defensores públicos e professores universitários participaram do “Encontro com Juristas pela Legalidade e em Defesa da Democracia”, que durou cerca de duas horas e meia.

“Não cabem meias palavras: o que está em curso é um golpe contra a democracia. Jamais renunciarei. Pode se descrever um golpe de estado com muitos nomes, mas ele sempre será o que é: a ruptura da legalidade, atentado à democracia”, enfatizou Dilma.

“Não importa se a arma do golpe é um fuzil, uma vingança ou a vontade política de alguns de chegar mais rápido ao poder. Esse tipo de sinônimo, esse tipo de uso inadequado de palavras é o mesmo que usavam contra nós na época da ditadura para dizer que não existia preso político no Brasil quando a gente vivia dentro das cadeias espalhadas pelo país”, completou.

big banner