• Hoje é: segunda-feira, outubro 23, 2017

Medo da violência faz brasileiro apoiar autoritarismo

Atlas da Violencia
portalregiaooeste
outubro07/ 2017

O medo da violência aumenta a tendência dos brasileiros em apoiarem posições autoritárias. É o que revela estudo realizado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública e divulgado nesta sexta-feira. Batizado de “Medo da Violência e Autoritarismo no Brasil”, o estudo tem como base respostas a 17 enunciados, colhidos pelo instituto Datafolha, que dão origem ao “índice de propensão ao apoio a posições autoritárias”. Numa escala de 0 a 10, o índice chega a 8,1 no Brasil.

O indicador foi construído a partir da Escala F, do filósofo alemão Theodor Adorno, de 1950, para medir tendências antidemocráticas implícitas na personalidade dos indivíduos. Já dentre as premissas estão: “a obediência e o respeito à autoridade são as principais virtudes que devemos ensinar as nossas crianças”.

Para chegar à conclusão de que o medo tem relação direta com o elevado índice, foram analisados outros 16 quesitos incluídos na pesquisa Datafolha, em que os entrevistados apontaram o medo de “morrer assassinado”, “andar na vizinhança depois de anoitecer” e “ser vítima de agressão sexual”.

“A mensagem que queremos transmitir é cristalina: se o Brasil não encarar de frente o drama da violência e não construir um novo projeto político e institucional para a segurança pública do país, não só veremos as tentações autoritárias crescerem, como corremos sérios riscos de retrocessos civis, políticos, sociais e econômicos”, conclui o estudo.

big banner