• Hoje é: terça-feira, dezembro 18, 2018

Laudo tardio de estupro coletivo não aponta indícios de violência

Vítima de estupro
portalregiaooeste
maio30/ 2016

Um laudo feito a partir dos exames realizados na jovem de 16 anos que denunciou ter sido estuprada por mais de 30 homens em uma comunidade da Zona Oeste do Rio de Janeiro, no último fim de semana não apontou indícios de violência.

Um fator decisivo para este resultado, de acordo com o próprio documento, foi a demora da adolescente em acionar a polícia e realizar os exames após o estupro: um intervalo de quatro dias. A polícia também fez uma perícia do vídeo em que a jovem aparece desacordada no meio de vários homens, que circulou nas redes sociais. O resultado sobre esta perícia também será divulgado nesta segunda-feira (30).

Por segurança a jovem deixou sua casa e está em um local não divulgado, segundo a delegada que assumiu o caso neste domingo (29), Cristina Bento, após o afastamento de Alessandro Thiers, que segundo a garota, teria a incriminado durante seu depoimento. As investigações estão agora sob o comando da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (Dcav).

Via Brasil 247

big banner