• Hoje é: terça-feira, setembro 25, 2018

Impeachment: saiba quais partidos já se posicionaram

Brasília - Deputados de oposição levantam faixas durante fala  do Advogado Geral da União, José Eduardo Cardozo, que expõe os argumentos da defesa durante discussão da autorização ou não da abertura do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, no plenário da Câmara dos Deputados ( Marcelo Camargo/Agência Brasil)
portalregiaooeste
abril15/ 2016

Confira a movimentação nas bancadas e das indicações de votos e saiba quais partidos já se posicionaram com relação ao impeachment de Dilma:

PSDO
O líder do PSD na Câmara, Rogério Rosso (DF), anunciou nesta quarta-feira (13) que vai orientar a bancada para votar favoravelmente à continuidade do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff. A legenda conta com 36 deputados e comanda o Ministério das Cidades. Há ainda dois secretários estaduais do partido que podem deixar os cargos momentaneamente para voltar à Câmara e votar no processo de impeachment.

PTB
A legenda anunciou nesta quarta-feira (13) a adesão da bancada à proposta do impeachment. Segundo o líder em exercício do partido, deputado Wilson Filho (PB), a orientação da liderança na votação em plenário será pela instauração do processo. O partido conta com 19 parlamentares em exercício.

PRB
Nesta terça-feira (12), o PRB anunciou que votará favoravelmente ao impeachment. De acordo com o presidente nacional do partido, Marcos Pereira, os 22 deputados federais do partido seguirão a orientação.

PP
O líder do partido, Aguinaldo Ribeiro (PB), também na terça-feira, afirmou que a legenda votará favoravelmente ao impeachment. Atualmente, o partido conta com 47 parlamentares em exercício na Câmara.

PDT
A favor do governo, a sigla anunciou nesta quarta (13) que vai votar contra a continuidade do processo. Segundo o líder do PDT, Weverton Rocha (MA), o partido fechou questão para que a bancada toda, formada por 20 deputados, vote contra a abertura do processo de afastamento.

PMDB
A legenda tem a maior bancada da Câmara, com 66 deputados. Em reunião nesta quinta-feira (14), o PMDB decidiu que vai orientar voto a favor da continuidade do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. A decisão foi anunciada pelo líder do PMDB, Leonardo Picciani (RJ).

PR
A Executiva Nacional da sigla decidiu que haverá orientação contrária ao processo de afastamento. No entanto, a legenda está rachada. A sigla tem 40 deputados, muitos dos quais prometem votar a favor do impeachment.

PTN, PSL, PROS, PHS e PEN
Dirigentes dos cinco menores partidos da Câmara, que somam 30 votos, não fecharam questão sobre a votação do parecer favorável ao impeachment, mas informaram que pelo menos 25 deputados do grupo devem votar a favor da abertura do processo contra a presidenta Dilma Rousseff.

Via Agência Brasil

big banner