• Hoje é: segunda-feira, maio 20, 2019

Governo Rogério Lins é rejeitado pelo povo de Osasco

rogerio-lins copy
portalregiaooeste
maio02/ 2019

Segundo pesquisa, gestão bate recorde de rejeição e atinge 77% na soma das respostas para péssimo, ruim e regular

A má gestão do prefeito de Osasco, Rogério Lins, se reflete em pesquisa realizada pelo Instituto ABC Dados, que ouviu 500 moradores da cidade. A situação da administração municipal e do prefeito é delicada. De acordo com os dados, a Administração de Rogério é rejeitada por 37% dos moradores sendo que 22% consideram-na “péssima” e 15% “ruim”, e 40% “regular”. Outros 16% avaliam como “boa” e uma minoria de 3% como “ótima”.

Gráficos Editados

Quando indagado se “aprova” ou “desaprova”, a maneira como o prefeito Rogerio Lins está governando a cidade, 55% dos eleitores “desaprovam”, 13% “não responderam” e 32% “aprovam”. Para ilustrar esses dados, foi perguntado ao munícipe as razões da aprovação e da desaprovação. Foi contabilizado que 54,8% não lembraram um motivo para a aprovação. Dos que lembram, 7,0% citaram “creches” e 3,2% “melhorando a cidade”.

Gráficos Editados

Já os motivos para a desaprovação foram mais lembrados: para 24,2% o prefeito “não está fazendo nada”, 9,7% consideram a “saúde ruim”, 6,1% citaram que “não cumpriu as promessas”, 3,6% afirmaram que “a cidade está abandonada” e 3,2% alegaram que “faltam médicos”. Não citaram nenhum motivo 29,5%.

Avaliação dos setores da gestão
Em várias áreas pesquisadas, os serviços prestados foram reprovados. Confira os percentuais obtidos para as opções ruim e péssimo: “asfalto nas ruas da cidade” 56% , “saúde” 68%, “educação” 37%, “praças e áreas verdes” 41%, “trânsito” 49% e “segurança pública” 53%.

Quando o entrevistador indaga sobre “o maior problema da cidade de Osasco hoje”, 75,6% respondem que é a saúde. Seguido por “asfalto ruim”, “má qualidade da educação”, “transporte ruim” e “trânsito ruim” com os números respectivos 5,2%, 4,6%, 3,4% e 2,6%.

Quando perguntado “o que o prefeito Rogerio Lins fez de melhor nesses dois últimos anos de governo”, 81,6% não souberam responder, ou disseram que ele não fez nada. De positivo o item mais lembrado foi creche (4,0%), melhorou segurança (1,8%) e hospital veterinário (1,4%).

Gráficos Editados

Nesse quadro, o entrevistado é chamado a responder se o prefeito “renovou Osasco” visto ter sido esse o slogan da campanha de 2016. 76% responderam que “não renovou” e 18% diz que “renovou”.

Gráficos Editados

Cenário Eleitoral
O Portal Região Oeste publicará dentro de alguns dias a segunda parte da matéria com avaliação dos dados da pesquisa, que apontam o cenário eleitoral na disputa pela prefeitura de Osasco, nas eleições de 2020.

big banner