• Hoje é: sexta-feira, julho 20, 2018

Gestão Alckmin volta atrás e agora vai pagar bônus para os professores

Geraldo Alckmin 800x500
portalregiaooeste
abril01/ 2016

O governo Geraldo Alckmin (PSDB) voltou atrás e decidiu que vai pagar o bônus por desempenho aos servidores da Educação do Estado de São Paulo. O pagamento havia sido cancelado na última segunda-feira, dia 28, por falta de recursos. A proposta seria trocar esse pagamento, que é feito por mérito, por um reajuste linear, de 2,5%, à categoria. Após a proposta ter sido mal recebida pela categoria, a Secretaria de Educação abriu uma enquete, via Internet, para que os profissionais escolhessem entre as duas opções.

A consulta contou com a participação de 44 mil servidores e, indicou que 93% preferiam o bônus ao reajuste de 2,5%. Recebem o bônus os profissionais das escolas que atingiram as metas de desempenho do indicador de qualidade do Estado, o Idesp. No ano passado, 232 mil servidores da educação receberam um total de R$ 1 bilhão em bônus. Já o valor deste ano é bem menor, de R$ 450 milhões

big banner