• Hoje é: terça-feira, outubro 23, 2018

Entenda como funciona o Pokémon Go

pokemon1
portalregiaooeste
julho12/ 2016

Lançado para smartphones no último dia 5, e disponível apenas nos EUA, na Austrália e na Nova Zelândia, “Pokémon Go” se tornou rapidamente um fenômeno. Mais popular que o Tinder e mais utilizado que o Whatsapp e o Instagram entre os americanos, o game já gerou aumento de bilhões de dólares nas ações da Nintendo, uma das responsáveis pelo projeto.

O game ainda é alvo de críticas em relação a seu contrato de privacidade, ao desempenho de seus servidores e à demora para chegar no Brasil – a previsão de lançamento no país no final de julho provavelmente não deve se concretizar. Um de seus principais atrativos é a realidade aumentada, que permite que os usuários capturem os bichinhos enquanto caminham pelas cidades. A mecânica é inovadora, divertida e simples, mas é preciso ficar atento a alguns detalhes importantes. Capturar um Pokémon pode ser um processo simples, mas também pode causar uma certa dor de cabeça se ele for um monstrinho muito forte. É importante estar sempre atento – ao nível de dificuldade do Pokemón e também ao mapa – para não deixar um bichinho escapar. Entenda como funciona o game do memento:

Pokébolas
Assim como na série de games e TV, é preciso usar Pokébolas para capturar Pokémon. Você já começa a aventura com algumas, ganha outras conforme sobe de nível e também pode comprar na loja virtual e em PokéStops. Além das bolas tradicionais, há ainda Great Balls, Ultra Balls e Master Balls, que servem para capturar os mais raros Pokémon.

Tipos de Pokémon
Se você jogou Pokémon no Game Boy, sabe que existem Pokémon mais difíceis de capturar do que os outros. No Pokémon GO, é simples identificar esta diferença: quando um Pokémon selvagem aparece na tela de captura, ele pode ter três cores um círculo ao seu redor. Se for verde, ele é “fácil”, se for laranja, “médio”, caso seja vermelho, “difícil”.

Como encontrar
Você não encontra os Pokémons, eles te encontram. Eles podem estar em qualquer lugar – é só o jogador ir andando e, de repente, o celular pode vibrar. É a indicação de que há bichinhos na área. Tire o aparelho do bolso, abra o mapa do GO e olhe ao redor. Quando houver um Pokémon, ele aparecerá na tela, então você deverá tocar nele para iniciar o processo de captura. No canto direito da tela, há como ver quais Pokémons aparecem na sua região.

Captura
O Pokémon aparece no centro da tela ou um pouco mais para o lado. A tela de captura tem alguns ícones: na parte superior, do lado esquerdo, toque nele para “fugir”. Na inferior, do direito, tem uma câmera – é possível fotografar o monstrinho – e a mochila, para usar itens e/ou trocar de Pokébola.

“Pokébola, vai!”
Ao contrário dos jogos do Game Boy, não é preciso batalhar com os Pokémons e deixá-los mais fracos. É só usar as Pokébolas. A melhor chance de pegá-los é quando o anel colorido na parte inferior do bichinho (verde, laranja ou vermelho) estiver com o menor diâmetro. Pressione a Pokébola e jogue quando seu timing indicar. É preciso ser bem preciso no arremesso também. Mesmo assim, o sucesso não é garantido.

Sucesso ou fracasso
Quanto mais forte ou de maior nível de dificuldade for o Pokémon, mais complicado pode ser de acertar o timing e também a precisão do arremesso para pegá-lo. Depois de um tempo errando, ele pode fugir, ou até mesmo sair da Pokébola arremessada. Por isso, você pode usar tipos mais avançados de Pokébola ou itens como os Razz Berries, que são frutas que atraem os bichinhos e deixam a captura muito mais simples.

Depois da captura
Após pegar um Pokémon, você ganha pontos de experiência, ele vai para a sua coleção e mais informações são adicionadas na Pokédex.

Incenso
Uma dica interessante, depois de todos estes detalhes básicos. Se um dia você estiver em casa, e a sua região não mostrar muitos Pokémon com frequência, use o item “Incense”, ou Incenso. Ele libera um odor capaz de atrair bichinhos para onde você está. O efeito dura 30 minutos, e você pode aproveitar para capturar Pokémon sem precisar andar por aí.

Via TechTudo

big banner