• Hoje é: quinta-feira, junho 21, 2018

Encontro com Temer foi ‘coincidência’, diz Toffoli

Brasília - O ministro Gilmar Mendes foi eleito hoje (7) o próximo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ele vai substituir o atual presidente, Dias Toffoli, a partir de maio (José Cruz/Agência Brasil)
portalregiaooeste
novembro24/ 2017

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal, afirmou nesta sexta-feira, 24, que foi uma “coincidência” o fato dele ter se encontrado com Michel Temer na mesma semana em que o STF voltou a discutir a limitação do foro privilegiado, julgamento interrompido porque Toffoli pediu vistas; “Jamais. Foi uma coincidência o encontro, pode-se até fazer esta ilação, entendo. Mas eu não concluo jamais porque o tema não foi tratado”, afirmou Toffoli à jornalista Andreia Sadi; ministro disse que não deverá devolver o processo ainda neste ano

247 O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal, afirmou nesta sexta-feira, 24, que foi uma “coincidência” o fato dele ter se encontrado com Michel Temer na mesma semana em que o STF voltou a discutir a limitação do foro privilegiado, julgamento interrompido porque Toffoli pediu vistas.

“Jamais. Foi uma coincidência o encontro, pode-se até fazer esta ilação, entendo. Mas eu não concluo jamais porque o tema não foi tratado”, afirmou Toffoli à jornalista Andreia Sadi.

O magistrado disse que já estava decidido antes da visita ao presidente que pediria vista no caso – o que interrompeu novamente o julgamento da limitação do foro no STF. “Eu já estava com essas dúvidas, até porque é uma ilusão achar que acaba foro para uns e não para outros. Eu estou trabalhando, no meu gabinete é celeridade.”

Dias Toffoli disse também que não deverá devolver o processo ainda neste ano.

big banner