• Hoje é: segunda-feira, novembro 23, 2020

Emídio se diz “fiador” de Lapas e afirma que saída do PT é equívoco

Emidio e Lapas
portalregiaooeste
março30/ 2016

O presidente estadual do PT e ex-prefeito de Osasco, Emídio de Souza, afirmou que recebeu com “surpresa e incredulidade” a notícia da desfiliação do prefeito de Osasco, Jorge Lapas, do partido. Emídio foi o responsável direto pela indicação de Lapas como candidato a sua sucessão, nas eleições de 2012, substituindo o ex-deputado federal João Paulo Cunha, decisão que, na época, desagradou inclusive parte da militância.

“Como fiador da sua ascensão ao cargo de prefeito em 2012, ao lado de toda a aguerrida militância petista de Osasco, sinto-me na obrigação de informar que tentei até o fim demovê-lo da ideia que considero equivocada e inoportuna”, completou Emídio, em carta aberta divulgada nas redes sociais.

Ele afirma ainda que os laços de amizade com Lapas não o impedem de discordar de sua decisão. “Disse a ele o que tenho dito a todos os militantes detentores ou não de mandatos eletivos: a história e o legado do PT são mais fortes do que os problemas que nos atingem. Não sucumbiremos à campanha odiosa que movem contra nós e nem abandonaremos a trincheira da luta pela democracia e pela redução das desigualdades sociais”, completou.

Além de ficar em uma “saia justa” com o alto escalão do partido, já que, em meio ao “êxodo” de prefeitos do partido, não conseguiu sequer segurar seu “afilhado”, Emídio ficou com outro “rojão” nas mãos: a falta de candidato do PT em um de seus principais redutos eleitorais do Estado. Sobre o também, ele termina a carta em tom de mistério. “Vou ouvir a voz da nossa valorosa militância de Osasco e de nossas lideranças. Foi com eles que aqui chegamos. É com eles que prosseguiremos”.

big banner