• Hoje é: terça-feira, dezembro 18, 2018

Descaso: “barracos de rua” e mini-cracolândia invadem praças e viadutos do Centro

Moradore de rua
portalregiaooeste
agosto01/ 2018

A chegada de nova onda de frio, expôs mais uma ferida da administração Rogério Lins e evidencia que a política de atendimento a pessoas em situação de rua avançou pouco ou quase nada. Um exemplo dessa falta de investimento e planejamento por parte da Prefeitura é que nos últimos dias, uma mini-cracolandia vem se formando sob o viaduto Ingês Collino e os chamados “barracos de rua” e cabanas feitas de plásticos ou cobertores estão invadindo praças da cidade, uma delas a Marques do Herval que curiosamente está localizada entre as secretarias de Saúde e de Trabalho e Inclusão.

A praça Marques do Herval, um dos endereços que chamou a atenção porque foi tomado gradativamente pelos barracos de rua, apresentou sinais de abandono e degradação. Curiosamente, a praça está localizada entre as secretarias de Saúde e de Trabalho e Inclusão. O local foi tomado por pelo menos 5 “moradias”, porém na quarta, 1 de agosto, as famílias foram retiradas, mas seus pertences continuam na praça. A vizinhança acredita que novos moradores devem chegar em breve, já que muitos encaram as noites geladas porque não encontram vaga nos albergues da cidade, elevando consideravelmente o número de pessoas dormindo nas ruas.

Outro local que também merece atenção, é a parte debaixo do Viaduto Ignês Collino, que se transformou em uma mini-cracolândia. Quem precisa atravessar o espaço para acessar o bairro de Presidente Altino ou a Rodoviária, tem medo.

De acordo com um levantamento divulgado pela Prefeitura em abril, Osasco contava 241 pessoas em situação de vulnerabilidade nas ruas da cidade. Do total, 173 são homens (72%) e 68 mulheres (28%), com idades que vão dos 18 aos 60 anos. Para muita gente, o número apresentado não reflete a realidade, já que a cada dia surgem novos rostos circulando pelo centro pedindo comida, dinheiro e guardando carros.

Moradores de rua 1

big banner