• Hoje é: segunda-feira, outubro 23, 2017

Depois da conta de água, agora o gás fica mais caro

Foto: Agência Brasil - EBC
portalregiaooeste
outubro11/ 2017

O consumidor terá de apertar ainda mais o cinto. Um dia depois da Sabesp anunciar que as contas de água vão ficar 7,8% mais caras, a partir de novembro, foi a vez da Petrobras confirmar reajuste médio de 12,9% no preço do botijão de gás de até 13 kg, a partir desta quarta (11). Caso o reajuste seja integralmente repassado pelas distribuidoras e revendedoras, o preço ao consumidor final pode subir em média 5,1% ou cerca de R$ 3,09 por botijão, estimou estatal

“Como a lei brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, as revisões feitas nas refinarias podem ou não se refletir no preço final ao consumidor. Isso dependerá de repasses feitos especialmente por distribuidoras e revendedores”, destacou a empresa, em nota.

O último reajuste ocorreu em 26 de setembro de 2017, quando o preço subiu em média 6,9%. Também em nota, o Sindigás, que representa as empresas distribuidoras, estimou que o reajuste oscilará de 7,8% a 15,4%.

big banner