• Hoje é: terça-feira, janeiro 21, 2020

Curso “Brasil: Política, Economia e Sociedade no Século XXI” é iniciado em Osasco

Reprodução:  Os Anos JK - Uma Trajetória Política
portalregiaooeste
fevereiro22/ 2018

Promovido pela subsede da CUT-SP, em Osasco, o curso “Brasil: Política, Economia e Sociedade no Século XXI” teve início no dia 29 de janeiro. A inciativa acontece em parceria com o Sindicato dos Bancários e Financiários de São Paulo, Osasco e Região. A primeira das vinte aulas do curso, que se estenderá até o mês de junho, foi dada pelo professor de economia da Unicamp, Denis Maracci Gimenez. O tema foi “a formação socioeconômica e política do Brasil”.

Gimenez iniciou recuperando a história do Brasil, desde o período colonial, para ajudar na compreensão da formação do país. Destacou, entre as características nacionais, a existência, por mais de trezentos anos, de uma colonização portuguesa exploratória e baseada na produção, em grandes latifúndios, da monocultura do açúcar para exportação. Também abordou o fato dessa produção ter usado a mão de obra escrava de milhões negros que foram trazidos à força, de diversos países africanos, em navios. Milhares morreram na longa viagem até o Brasil.

A revolução de 1930 foi o grande marco histórico destacado. A chegada à presidência do gaúcho Getúlio Vargas rompe com a longa dominação das oligarquias de São Paulo e Minas Gerais. Para Gimenez, até esse momento o Brasil não passava de um enorme cafezal, com a monocultura exportadora do café sustentando a economia local.

A partir de 1930, com Vargas, a indústria brasileira começa a se desenvolver e crescer de maneira intensa, dinamizando a economia e a sociedade nacional. O moderno estado nacional brasileiro passa a ser uma realidade. No segundo governo de Vargas, as mudanças no Brasil são mais intensas. Acontece a criação da Petrobras e outras estatais importantes, de toda uma legislação trabalhista, expressa na CLT e também na criação do Salário Mínimo.

Gimenez afirmou que, depois do segundo governo de Vargas, interrompido dramaticamente com o suicídio do presidente, o Brasil já era um país renovado. Com um estado, uma economia e uma sociedade mais modernos. Mas um país que ainda convivia com enormes desigualdades sociais, muita miséria e pobreza. Para o expositor, os governos Vargas apenas iniciam o pagamento da enorme dívida social que o Brasil tem com seu povo. A luta pela conquista de direitos políticos, sociais e econômicos ainda hoje é uma realidade que afeta a vida da imensa maioria dos brasileiros.

As aulas do curso, abertas aos interessados, são realizadas semanalmente, das 19h as 22h, no auditório da sede do Sindicato dos Bancários, em Osasco (Rua Castelo Branco, 150).

big banner