• Hoje é: quinta-feira, julho 27, 2017

Contestação a Moraes dificulta ainda mais indicação ao STF

Kennedy
portalregiaooeste
janeiro26/ 2017

BLOG DO KENNEDY

Renúncia em órgão da Justiça questiona política carcerária do ministro

A renúncia coletiva do presidente e de seis integrantes do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária enfraquece politicamente Alexandre de Moraes e diminui ainda mais a possibilidade de o ministro da Justiça ser indicado para a vaga de Teori Zavascki no STF (Supremo Tribunal Federal). A renúncia dos membros do conselho, que é vinculado à pasta da Justiça, aconteceu ontem.

O movimento é um questionamento direto ao Plano Nacional de Segurança costurado por Moraes e às medidas que o ministro vem sugerindo para enfrentar a crise carcerária. Moraes se defendeu perante o presidente Temer dizendo que indicados pela ex-presidente Dilma se rebelaram.

Mas é algo que vai além de afinidades e preferências políticas. Quem renunciou entende do assunto e discorda de Moraes, que tem atitude truculenta e atropelou o conselho.

Apesar do apoio de alguns ministros do STF a indicação de Moraes para a vaga de Teori, essa possibilidade vem diminuindo diante da avaliação do presidente Temer de que a vinculação política dele com o governo não seria bem vista pela opinião pública e investigadores da Lava Jato.

big banner