• Hoje é: segunda-feira, novembro 20, 2017

Casos de dengue caem e os de chikungunya sobem

In this Jan. 18, 2016 photo, a researcher holds a container with female Aedes aegypti mosquitoes at the Biomedical Sciences Institute in the Sao Paulo's University, in Sao Paulo, Brazil. The Aedes aegypti is a vector for transmitting the Zika virus. The Brazilian government announced it will direct funds to a biomedical research center to help develop a vaccine against the Zika virus linked to brain damage in babies. (AP Photo/Andre Penner)
portalregiaooeste
maio23/ 2016

O governador Geraldo Alckmin apresentou na última sexta-feira (20), o balanço das ações contra a dengue no Estado. Segundo o levantamento, o número de casos registrados entre janeiro e abril deste ano, no Estado de São Paulo, foi 81% menor do que no mesmo período de 2015. O levantamento foi feito pela Secretaria de Estado da Saúde, com base nos dados informados pelos municípios paulistas por intermédio do Sinan (Sistema de Informação de Agravos de Notificação). Foram 108.660 casos confirmados da doença nos quatro meses iniciais de 2016, contra 568.070 registrados no primeiro quadrimestre do ano passado.

“A boa notícia é a queda de 90% no número de mortes pela dengue: em 2015, no primeiro quadrimestre, foram 403 óbitos; em 2016, 44, uma queda de 90%. Está tudo preparado para agora no mês de junho se fazer a última fase de uma vacina tetravalente, contra os quatro sorotipos de vírus da dengue. Será uma vacina de repercussão mundial, feito aqui no Instituto Butantan”, disse o governador Geraldo Alckmin, destacando também o andamento dos testes da vacina contra a dengue que o Instituto Butantan, do Governo do Estado, está fazendo.

Ainda de acordo com a pesquisa, cinco municípios paulistas concentraram 49,4% do total de infecções pelo vírus da dengue neste ano: Ribeirão Preto (33.264), São José do Rio Preto (7.312), Presidente Prudente (6.392), Birigui (3.763) e Sertãozinho (2.952). Entre todos os municípios paulistas, 71 não registraram nenhum caso até o momento.

A dengue é transmitida pelo mosquito Aedes agypti, que também transmite os vírus da chikungunya e Zika. Mas, nesse primeiro caso, os números tiveram alta. Em 2015, São Paulo registrou 189 casos importados de chikungunya Neste ano, foram registrados 366 importados e 55 autóctones. Foram notificados ainda 217 casos autóctones de Zika vírus ocorridos desde 2015. Há ainda 29 casos importados – situações em que a infecção ocorreu em outras localidades.

big banner