• Hoje é: sábado, dezembro 16, 2017

57% não votam no candidato apoiado pelo prefeito Rogério Lins

Rogério_influencia eleitoral
portalregiaooeste
novembro16/ 2017

57% não votam em candidato apoiado pelo prefeito Rogério Lins e Lula lidera corrida presidencial com 29%

PESQUISA EM OSASCO – 3ª ETAPA

Apresentamos a terceira etapa da pesquisa feita pelo Instituto Scenso e que mostra como o cidadão de Osasco está se posicionando em relação a eleição de 2018. Os dados revelam algumas surpresas e também consequências das seguidas crises políticas que abalam a administração de Rogério Lins.

Os dados mais relevantes mostram que, se a eleição fosse hoje, 57% dos eleitores de Osasco não votariam num candidato apoiado pelo prefeito Rogério Lins. E mais: tanto na pesquisa espontânea como na estimulada, o ex-presidente Lula venceria a eleição na cidade, reforçando o sentimento que pesquisas nacionais têm apresentado.

57% NÃO VOTAM NO CANDIDATO APOIADO PELO PREFEITO ROGÉRIO LINS

Pesquisa Scenso_Osasco_out2017.xls

EM OSASCO, LULA LIDERA A CORRIDA PRESIDENCIAL

Pesquisa Scenso_Osasco_out2017.xls

Pesquisa Scenso_Osasco_out2017.xls

A pesquisa também quis ouvir a opinião dos moradores de Osasco sobre os candidatos aos cargos de deputado estadual e federal. É claro que, restando pouco menos de um ano para as eleições, os números servem como referência para este momento, tendo em vista os nomes apresentados ao eleitor. Os dados captam também um pouco das lembranças dos entrevistados no momento da resposta. Portanto, estão longe de qualquer fato definitivo!

Vale ressaltar que pesquisas para cargos proporcionais (deputados e vereadores) podem sempre carregar distorções, pois as disputas são muito pulverizadas. E isso ficou claro quando, espontaneamente, na pesquisa o eleitor precisou escolher um nome para deputado federal ou estadual, como veremos na sequência:

97% dos eleitores de Osasco ainda não escolheram espontaneamente seus candidatos a deputado para o próximo ano.

Pesquisa Scenso_Osasco_out2017.xls

Pesquisa Scenso_Osasco_out2017.xls

Por outro lado, quando apresentado um cartão constando nomes que farão campanha em Osasco, temos o seguinte:

BRUNA FURLAN E VALMIR PRASCIDELLI LIDERAM A CORRIDA PARA A CÂMARA DOS DEPUTADOS

Pesquisa Scenso_Osasco_out2017.xls

A CAMPANHA PARA DEPUTADO ESTADUAL COMEÇA EMBOLADA, COM ANA PAULA ROSSI, DÉLBIO TERUEL, DR. LINDOSO E EMIDIO DE SOUZA.

Pesquisa Scenso_Osasco_out2017.xls

BREVE ANÁLISE

Nas últimas semanas o Portal Região Oeste publicou as duas primeiras etapas da pesquisa realizada em Osasco, nos dias 28 e 29 de outubro, pelo Instituto Scenso, com o objetivo de avaliar a administração da cidade, a imagem do prefeito Rogério Lins e as perspectivas para 2018.

Na primeira etapa, a pesquisa mostrou que:
68% dos moradores da cidade NÃO confiam em Rogério Lins;
56% desaprovam a maneira como o prefeito está governando;
40% acham que Lins está fazendo um governo ruim/péssimo;
76% acham que NÃO houve renovação e;
78% avaliam como ruim/péssimo o serviço prestado pela Prefeitura na área da saúde.

Já a segunda etapa revelou que:
57% dos osasquenses disseram que o prefeito Rogério Lins NÃO trabalha muito;
59% acham que ele NÃO cumpre o que promete;
47% acham que ele NÃO é honesto e;
49% dizem que Rogério Lins NÃO é sincero.

Em contrapartida, a pesquisa também detectou que a população vê atributos positivos no prefeito:
49% acham que ele é humilde;
43% que é boa pessoa e;
51% que trata bem as pessoas.

Agora, nessa terceira etapa, temos a consequência da avaliação acima: 57% dos eleitores da cidade NÃO votam de jeito nenhum num candidato apoiado por Rogério Lins. Dos nomes apresentados, os mais ligados ao prefeito apresentam desempenho ruim: Renata Abreu (presidente do partido de Rogério Lins) candidata a deputada federal; o vereador Ribamar (líder do governo de Lins na Câmara) ou Sérgio Di Nizo (presidente municipal do partido e secretário de confiança de Lins) aparecem entre os últimos colocados.

Duas surpresas puderam ser detectadas. No plano federal, Valmir Prascidelli (PT) aparece com 8% e passa a ter chances reais de ser reeleito. E mais: se Lula superar as dificuldades legais e efetivar sua candidatura, Prascidelli pode ganhar ainda mais visibilidade e espaço, pois contará com um forte cabo eleitoral.

No plano estadual, o aparecimento do Dr. Lindoso (PSDB) com 5% mostra que o atual presidente da Câmara de Osasco pode ocupar o lugar que, por muitos anos, foi do Dr. Celso Giglio, que também era tucano.

De qualquer forma, vale o alerta: pesquisa para proporcional é relativa e pode mudar muito.

Sobre o assunto: Pesquisa em Osasco – 1ª Etapa
Pesquisa em Osasco – 2ª Etapa
Renovação

big banner