• Hoje é: sexta-feira, dezembro 13, 2019

Cães comunitários que vivem há mais de dez anos em cemitério, podem ser expulsos pela prefeitura de Osasco

Cães moradores  cemitério
Paulo Marcelino
maio10/ 2019

Apesar de esses cães estarem claramente protegidos pela lei 12.916/2008,que reconhece esses cachorros como cães comunitários . A prefeitura de Osasco resolveu retirar do local uma matilha com pelo menos dez animais. Vários cães estão muito velhos e um deles, o “Negão”, tem mais de quinze anos, segundo moradores locais. O que torna essa decisão da prefeitura muito mais traumática aos animais.

Cães cemitério 2
Foto-Janaína Dorneles

Janaína Dornelas, cuidadora dos cães do cemitério e ativista do Projeto Animais Alzira, acompanha e os alimenta por pelo menos, oito anos e nunca teve nenhum tipo de impedimentos das administrações municipais passadas, já que os bichos nunca criaram problemas. Chegou até a repor recentemente casinhas novas para eles.
No final de abril, Janaína disse que foi surpreendida ao perceber que as casinhas haviam sido destruídas, por ordem das secretarias do Meio Ambiente e de Obras, segundo informação da própria administração do cemitério. Janaína foi informada também, de que não poderia mais alimentar os cães e que eles deveriam sair dali. Mas não deram alternativas em relação ao destino dos animais.
Após muita repercussão negativa depois da denúncia do Portal Anda, sobre a ação da prefeitura, Janaína conseguiu uma reunião com a secretaria do Meio Ambiente prevista para segunda feira, 13. Até lá os cães continuarão cemitério. “Nós gostaríamos que os mantivesse (no cemitério) na condição de cães comunitários e isso é previsto em lei. Animais que tem vínculo com local público e com munícipes”, afirma Janaína Dornelas.

big banner