• Hoje é: quarta-feira, setembro 19, 2018

Bradesco estuda fechar 200 agências e gera apreensão entre bancários

bradesco
portalregiaooeste
março19/ 2018

 

A notícia de que o Bradesco estuda fechar 200 agências no país deixou centenas de bancários apreensivos em relação às demissões. Para esclarecer os fatos, Sandra Regina e Alexandre Bertazzo, dirigentes do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e região, procuraram o departamento de Relações Sindicais para averiguações.

O anunciou foi feito na terça-feira, 13 de março. O Bradesco informou que o estudo não tem data para começar e garantiu que não haverá demissões. Os funcionários, conforme o banco, serão transferidos para outras agências. O Bradesco ainda disse que não priorizará o banco digital em substituição às agências físicas.

Venda de produtos
Outro ponto que tem chamado a atenção do sindicato é a postura do Bradesco em relação à venda de produtos, metas abusivas, visitas aos clientes e outras exigências da Diretoria Regional. O sindicato cobrou medidas enérgicas contra o assédio moral nestes casos. A meta do banco seria elevar 1,6 para dois o número médio de produtos vendidos aos clientes.

“O banco alega que tem um departamento que faz um estudo de quanto as metas são possíveis de serem alcançadas, sem abusos. E disse que se isso acontecer, não é o método do Bradesco, mas sim má postura de seus gestores. O Sindicato estará acompanhando todo o processo desse estudo. E contamos com as denúncias de bancários ao menor sinal de ameaças e demissões”, afirmou a dirigente Sandra Regina.

Em São Paulo, Osasco e região, os trabalhadores podem apresentar denúncias acessando o Assuma o Controle, pelo (11) 3188-5200 ou WhatsApp (11) 97593-7749. O sigilo do denunciante é garantido!

big banner