• Hoje é: quinta-feira, janeiro 27, 2022

Após ataques ao PT, vice de Itapevi rompe com o prefeito

Fláudio
portalregiaooeste
julho14/ 2016

A relação entre o prefeito de Itapevi, Jaci Tadeu (PV) e seu vice, professor Flaudio (PT) não anda das melhores. Esta semana, o rompimento foi oficializado por Flaudio. Por meio de nota divulgada à imprensa, ele confirmou o que chamou de “distanciamento” da gestão de Jaci e apontou o motivo: a falta de reconhecimento, por parte da administração municipal, das obras e projetos realizados em parceria com a presidente afastada Dilma Rousseff, também do PT.

Citando dados do Portal Transparência que aponta, nos últimos três anos, repasse de R$ 430 milhões do governo Dilma à cidade, Flaudio disparou: “O governo federal faz a sua parte, mas não há reconhecimento da importância dos governos Lula e Dilma para o município de Itapevi. Os últimos eventos oficiais [da prefeitura] têm sido palco para algumas pessoas da administração fazerem ataques hostis ao PT, tentando atribuir a crise econômica e política do país ao partido”, salientou.

Jaci anunciou que não concorrerá à reeleição e apoia, na disputa, sua “madrinha” política, a ex-prefeita Ruth Banholzer, que trocou, recentemente, o PT pelo PTB. Nos bastidores políticos, a troca é vista como uma forma de Ruth se desvincular do mau momento político vivido pelo PT em todo o País.

Em nota à imprensa, Flaudio lembrou que foi nas gestões petistas que onze creches foram construídas em Itapevi, por meio do programa federal Pró-Infância, além da Agência da Previdência Social, que também é mantida com recursos federais. Além disso, por meio de emenda parlamentar do PT, duas farmácias populares foram inauguradas no município. Programas e recursos federais também garantiram para Itapevi a construção de três novas quadras esportivas, mais de 23 profissionais para o programa Mais Médicos e ambulâncias do Samu.

“Apesar de todos estes avanços, o que vejo em Itapevi é a omissão da verdade. Foi realizada uma prestação de contas com relação aos trabalhos realizadas nos últimos anos em Itapevi. Não houve sequer uma citação sobre o auxílio do Governo Federal”, completou.

big banner